top of page
Buscar
  • Foto do escritorfilmescults

OS ASSASSINOS | ROBERT SIODMAK | 1946 | EUA


Cena do filme "OS ASSASSINOS"


O conto “Os Assassinos”, de Ernest Hemingway, lançado em 1927, serviu de base para o roteiro deste longa-metragem homônimo. Entre os personagens da história está o icônico Nick Adams, figura frequente nos contos do escritor e que é considerado seu álter ego. Além deste clássico noir, o conto inspirou outras obras cinematográficas e literárias. Veja o que esta pequena joia já rendeu: um curta de 1956 dirigido pelo russo Andrei Tarkovski, quando ele ainda era estudante de cinema; um telefilme de 1959, com Dean Stockwell no elenco; um longa de 1964, estrelado pelo ex-presidente americano Ronald Reagan, Lee Marvin e Angie Dickinson; um conto chamado “La Espera”, de 1950, escrito pelo argentino Jorge Luis Borges; e outro conto com o título "Bullet in the Brain", do escritor americano Tobias Wolff, lançado em 1995. Com direção de Robert Siodmak e estrelado por Burt Lancaster, Ava Gardner e Edmond O'Brien, o clássico “Os Assassinos” (EUA, 1946) está no streaming À La Carte, numa incrível releitura do livro pra tela. Quanto ao diretor Robert Siodmak, como disse o crítico Sérgio Rizzo, em texto sobre este filme, publicado na Folha de S. Paulo, ele “...se notabilizou como um mestre das sombras – tanto as da iluminação quanto as das almas de seus personagens”. Leia abaixo a crítica completa de Sérgio Rizzo.


Noir baseado em Hemingway reúne craques

Por Sérgio Rizzo


Cena do filme "OS ASSASSINOS"


Um trabalhador aparentemente comum de uma pequena cidade morre com oito balas no corpo, sem opor resistência aos assassinos, como se aguardasse a execução. Deixa um mistério: a beneficiária de seu seguro de vida. O representante da seguradora entra em cena e o cadáver revive, em flashbacks, para contar sua história.

Bastariam as coordenadas acima para assinalar que "Os Assassinos" (1946), baseado em conto homônimo de Ernest Hemingway (1899-1961), inscreve-se no universo do "film noir". Não lhe falta também, evidentemente, uma das vigas do gênero: a presença da mulher fatal, interpretada por Ava Gardner (1922-1990).


Ava Gardner no filme "OS ASSASSINOS"


Ela demora quase 40 minutos para surgir, mas o faz em grande estilo, com um vestido longo cintilante, sentada ao lado de um pianista em uma festa. É a senha para que a vida de um dos personagens saia dos trilhos e nunca mais consiga voltar a eles, como manda a tradição do policial "noir". Burt Lancaster (1913-1994) estreou no cinema no papel desse pobre coitado, ex-pugilista à procura de rumo na vida. Apesar de sua importância para a história, ele não a protagoniza sozinho: ao menos meia dúzia de outros personagens ganha destaque durante as idas e vindas do filme no tempo. A missão de detetive cabe a um suposto amador, o investigador da seguradora (Edmond O'Brien), para quem o mistério da beneficiária do seguro equivale à busca pelo significado de "rosebud" em "Cidadão Kane" (1941), de Orson Welles -com quem o roteirista Anthony Veiller (1903-1965) trabalhou em "O Estranho" (1946). A relação de craques inclui ainda o diretor alemão Robert Siodmak (1900-1973), que se notabilizou como um mestre das sombras -tanto as da iluminação quanto as das almas de seus personagens.




363 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentarer


bottom of page